Primeira Igreja Batista de Araguaína

Você está aqui: Pastor Euzimar

Pastor Euzimar Nunes de Souza

Euzimar Nunes nasceu no dia 28 de dezembro de 1963, no Tanque distrito de João Lisboa – Maranhão. Filho de Antero Ferreira de Sousa, em memória, e Laura Nunes de Sousa, têm seis irmãos, Euzení, Euzinete, Edésio, Eusivaldo, Eusilene e Elení. Casado com Antonia Maria Dias da Luz Sousa, no dia 28 de dezembro de 1984, tem três filhos, Priscila, Athos e Lucas. Foi batizado no dia 05 de dezembro de 1981, pelo Pr. Adamastor Pereira Leite na Igreja Batista da Mangueira, igreja que serviu em diversas áreas e que sob a liderança do Pr. Adão Pereira de Brito, o recomendou ao Seminário Teológico Batista do Tocantins em 1986, onde formou em Teologia em 1988. A consagração ao ministério se deu no dia 04 de julho de 1987 na Primeira Igreja Batista em Senador La Roque, (então Mucuiba) na época liderada pelo pastor Cornélio Apararecido de Oliveira. Neste mesmo ano assumiu o pastorado da Igreja Batista Nova Aliança, na cidade de Guadalupe, Piauí, onde pastoreou por três anos e nove meses, transferindo-se em seguida para a Primeira Igreja Batista em Porto Nacional, Tocantins, onde serviu como pastor por oito anos e sete meses e no dia 16 de setembro de 2000, assumiu o pastorado da Primeira Igreja Batista em Araguaína, onde está até hoje. Ao longo destes anos tem assumido alguns cargos denominacionais como: Presidente e vice-presidente da Convenção, membro do conselho administrativo da convenção por vários anos, conselheiro da Jubato – Juventude Batista do Tocantins, Presidente da ordem dos pastores cargos que ocupa hoje, além da vice-presidência da convenção Batista do Tocantins.

“A respeito dos dons espirituais, irmãos, não quero que sejais ignorantes.” (I Corintios 12:1)

E-mail Imprimir PDF

Por algum tempo tratarei tanto no boletim, como nos cultos, acerca dos dons espirituais.

A primeira lição que Paulo nos ensina é que não quer que sejamos ignorantes acerca dos dons espirituais. A ignorância, isto é, o desconhecimento acerca dos dons, tem sido um dos maiores problemas enfrentado pelos crentes neste tempo. Muito se fala sobre dons, mas pouco se sabe sobre dons. Para sair da ignorância acerca dos dons, precisa estudar o assunto com o zelo que ele merece. Muito do que se fala passa pelo campo da euforia, do achismo, do emocionalismo e não do estudo sério e comprometido com a verdade.

Se faz necessário para conhecer sobre os dons, conhecer sobre a pessoa que dá os dons – O ESPÍRITO SANTO. Saber quem ele é? O que faz? E como faz? Sem o Espírito Santo, não existe dons espirituais. Pode até exixtir talentos, dons naturais, mas não DOM ESPIRITUAL. O Espírito Santo, é quem trabalha na nossa vida antes mesmo da nossa conversão, veja: “Quando ele vier, convencerá o mundo de pecado, de justiça e de juízo;” (João 16:8) e agora convecidos pelo Espírito de que somos pecadores, é Ele quem continua trabalhando na nossa vida intercedendo por nós; “Do mesmo modo também o Espírito ajuda a nossa fraqueza; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inesprimíveis;” (Romanos 8:26 )

O Espíto Santo é a segunda pessoa da trindade, quando Jesus foi assunto ao céu, Deus o pai enviou o Esprito para ficar para sempre conosco. Ele nos consola, orienta, ajuda e nos capacita para realizar a obra para a qual fomos chamados.

Vamos juntos nesta viagem extraordinária de conhecer o Espírito Santo e conhecer os Dons Espirituais para que a Igreja do Senhor seja edificada e nome do Senhor seja glorificado.

Do seu pastor e amigo,
Euzimar Nunes.

Mãe que dar a vida

E-mail Imprimir PDF
mae

mae

A expressão dar a vida, não precisa ser literal, mas para algumas mães, tem sido:

1.     Mães que tem dado a vida com os filhos:

  • Dar a vida com os filhos é viver com eles construindo juntos;
  • Dar a vida com os filhos é compartilhar alegrias juntos;
  • Dar a vida com os filhos é compartilhar dificuldades juntos;
  • Dar a vida com os filhos é prosperar juntos;
  • Dar a vida com os filhos é sentir o respeito deles;
  • Dar a vida com os filhos não cansa quando esta mãe sente que é amada;
  • Dar a vida com os filhos não é peso, é privilégio;

2.     Mães que tem dado a vida pelos filhos:

  • Dar a vida pelos filhos é uma luta solitária;
  • Dar a vida pelos filhos gera sentimento de não ser valorizada;
  • Dar a vida pelos filhos cansa, porque gera auto-esquecimento;
  • Dar a vida pelos filhos é acumular sofrimento;
  • Dar a vida pelos filhos faz o amor se tornar um fardo;
  • Dar a vida pelos filhos é morrer de forma prematura;
  • Dar a vida pelos filhos faz o marido ficar em segundo plano;
  • Dar a vida pelos filhos é viver a vida deles;

3.      Uma sugestão às mães:

Viva a vida com os filhos e não para eles. Veja como?

-- Viva seus sonhos com eles, não viva o sonho deles;

-- Seja feliz como pessoa, para ser feliz como mãe;

-- Dê aos filhos o melhor que você pode, lembre: é o que você pode!

-- Se tiver de perder sono pelos filhos, o faça orando e não com insônia;

-- Dê liberdade, mas com limites;

-- Seja exemplo, pois suas atitudes dirão mais que suas palavras;

-- A sua presença e amizade na vida de seus filhos, há de ser depois de Deus, o melhor antídoto contra qualquer ato de rebeldia ou indiferença, aos ensinos que você tiver dado a eles.

Parabéns a todas as mães, em especial àquelas que têm dado o melhor de si aos seus filhos.

Do seu pastor e amigo,
Euzimar Nunes.

Conhece os 25 segredos da comunhão

E-mail Imprimir PDF
slide5

slide5

slide4

slide4

slide3

slide3

slide2

slide2

slide1

slide1


slide2
slide3
slide4
slide5

Juntos Somos Melhores este foi o tema trabalhado no Retiro 2011.

Encontre estas frases espalhadas no templo da PIB. Quer levar pra casa? Passe na secretaria da igreja e compre a unidade no valor de R$ 1,00 (um real) cada.

Última atualização em Qua, 04 de Maio de 2011 10:50

Você conhece os princípios Batista?

E-mail Imprimir PDF

Os Batistas possuem seis princípios fundamentais:

1- A Bíblia como única regra de fé e prática;

2- Sacerdócio de cada crente;

3- A igreja local é autônoma;

4- A igreja é composta por crentes batizados;

5- Separação entre a igreja e o Estado;

6- Liberdade de expressão e consciência.

Entrevista com o Pastor e psicanalista Euzimar Nunes

E-mail Imprimir PDF
foto.luciana oliveira

foto.luciana oliveira



Próximo ao carnaval, o pastor e psicanalista Euzimar Nunes, recebeu a equipe do site Araguaína Notícias em seu gabinete pastoral, na 1ª igreja Batista em Araguaína e falou sobre o retiro espiritual, valorização da vida e a importância da família.

Euzimar Nunes é um renomado pastor, conhecido em Araguaína, no Tocantins e em diversos estados, pelo grande trabalho como líder religioso, e também por realizar palestras em empresas, nas escolas e para a comunidade em geral. O líder religioso é casado e pai de três filhos e pastoreia a 1° Igreja Batista de Araguaína há 10 anos.

1- Durante o feriado de Carnaval a Igreja deve fazer retiro espiritual ou realizar um trabalho evangelístico na cidade?

Acho que é muito uma questão do objetivo, do momento de cada igreja, ficar na cidade sem ter uma programação, um objetivo definido, eu acho que é perca de tempo; sair também sem ter um objetivo definido é a mesma coisa, vai muito do objetivo que a igreja tem para a ocasião, por exemplo nós já saímos, já  ficamos e esse ano nós vamos sair, cada momento você pode ter um objetivo que pode até diferenciar, depende do instante que a igreja esteja vivendo. De repente a igreja quer parar um pouco para reflexão, para instrução com os membros ou então quer ficar na cidade para fazer um movimento, como uma programação evangelística ou mesmo outra atividade voltada para a igreja, mas dentro da cidade. Eu acho que qualquer atividade seja ficando na cidade ou saindo para um acampamento, deve ter um objetivo bem definido por parte da igreja.

2-  O que sua igreja preparou para esse retiro?

A 1° Igreja Batista, esse ano está trabalhando com o foco em duas direções: Santidade e Unidade da igreja, e a temática a gente vem trabalhando desde o início do ano vamos continuar no acampamento. Nosso tema por exemplo é “ Juntos somos melhores”,..é um momento que temos mais tempo juntos, onde podemos trabalhar melhor esse tema e até torná-lo prático, falar sobre isso é até fácil , difícil é viver a prática de juntos sermos melhores. O acampamento significa isso, juntos tentarmos ser melhores.

3-  Os estudos estão direcionados para melhor a convivência das pessoas na igreja ou na comunidade?

Juntos como igreja, como comunidade cristã. Nosso objetivo é melhorar nossa comunhão, nossa unidade como igreja, unidade de propósitos, sentimentos, relacionamentos, melhorar nosso relacionamento interpessoal, melhorar nosso relacionamento como comunidade cristã, pois é isso que está dificultando hoje para a maioria das pessoas como se relacionar, como se entender como respeitar os direitos dos outros….eu não preciso concordar com ninguém, mas  preciso respeitar todas as pessoas, mesmo que elas pensem diferente e isso começa dentro da igreja se a gente conseguir isso dentro é mais fácil de transferir isso para fora dela.

4- O que o pastor Euzimar diria aos que vão curtir o carnaval?

Eu tenho tido muitas oportunidades de fazer palestras em escolas, empresas, hospitais, igrejas  e para mim é algo significativo para o qual eu instruo a família, sobre relacionamento, como evitar dependência química, porque dizer não as drogas, á violência , é o mesmo que eu pediria para quem fica e para quem sai, porque quem sai está tão vulnerável a violência como quem fica, depende de como sai daqui e para que sai, aliás eu penso que a violência está dentro do ser humano, é só pisar no meu calo que eu posso me tornar violento, todos nós somos violentos, mas se nós tivermos consciência disso a violência vai reduzir, então eu diria para quem fica, não concordo com o carnaval é óbvio, mas para quem fica, preocupe-se em preservar a vida, tanto no cuidado com a prostituição, o uso de drogas, a própria violência. Pense na vida.  A vida é muito mais importante que outra coisa, não troque a vida por nada, não é para ser trocada e nem encerrada prematuramente. A vida é para ser vivida e com a maior intensidade possível e na intensidade de relacionamento. Na alegria, felicidade, nos relacionamentos e que esta intensidade possa ser prolongada ao máximo que nós pudermos prolongá-la.

5- Para encerrar a entrevista, faça as considerações.

Eu diria que as pessoas voltem para Deus urgentemente, essa é a primeira mensagem que eu tenho, lembre-se que Deus nos criou a sua imagem e semelhança e não podemos nos esquecer que sem ele não somos nada e não vamos a lugar nenhum com produtividade e com maneira saudável. Tem gente que diz que está vivendo bem sem Deus, de certa forma,  mas há um vazio sem Deus no ser humano que só pode ser preenchido com próprio Deus. A segunda palavra minha é, se você buscar a Deus vai sentir vontade de conhecê-lo melhor como salvador e Senhor, ao conhecê-lo…

A segunda instituição mais importante do mundo que é a família, cuide uns dos outros, cuide da esposa, cuide do marido, dos filhos, dos pais, temos que preservar nossa família e eu tenho defendido o tema família, e todos devem cuidar da sua.

 

Por Fernando Almeida e Luciana Oliveira
Postado em 5 março, 2011 no site www.araguainanoticias.com.br
.

Última atualização em Ter, 03 de Maio de 2011 12:11

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL