Primeira Igreja Batista de Araguaína

Você está aqui: Ministérios!

Primeira Igreja Batista de Araguaína

Entrevista com o Pastor e psicanalista Euzimar Nunes

E-mail Imprimir PDF
foto.luciana oliveira

foto.luciana oliveira



Próximo ao carnaval, o pastor e psicanalista Euzimar Nunes, recebeu a equipe do site Araguaína Notícias em seu gabinete pastoral, na 1ª igreja Batista em Araguaína e falou sobre o retiro espiritual, valorização da vida e a importância da família.

Euzimar Nunes é um renomado pastor, conhecido em Araguaína, no Tocantins e em diversos estados, pelo grande trabalho como líder religioso, e também por realizar palestras em empresas, nas escolas e para a comunidade em geral. O líder religioso é casado e pai de três filhos e pastoreia a 1° Igreja Batista de Araguaína há 10 anos.

1- Durante o feriado de Carnaval a Igreja deve fazer retiro espiritual ou realizar um trabalho evangelístico na cidade?

Acho que é muito uma questão do objetivo, do momento de cada igreja, ficar na cidade sem ter uma programação, um objetivo definido, eu acho que é perca de tempo; sair também sem ter um objetivo definido é a mesma coisa, vai muito do objetivo que a igreja tem para a ocasião, por exemplo nós já saímos, já  ficamos e esse ano nós vamos sair, cada momento você pode ter um objetivo que pode até diferenciar, depende do instante que a igreja esteja vivendo. De repente a igreja quer parar um pouco para reflexão, para instrução com os membros ou então quer ficar na cidade para fazer um movimento, como uma programação evangelística ou mesmo outra atividade voltada para a igreja, mas dentro da cidade. Eu acho que qualquer atividade seja ficando na cidade ou saindo para um acampamento, deve ter um objetivo bem definido por parte da igreja.

2-  O que sua igreja preparou para esse retiro?

A 1° Igreja Batista, esse ano está trabalhando com o foco em duas direções: Santidade e Unidade da igreja, e a temática a gente vem trabalhando desde o início do ano vamos continuar no acampamento. Nosso tema por exemplo é “ Juntos somos melhores”,..é um momento que temos mais tempo juntos, onde podemos trabalhar melhor esse tema e até torná-lo prático, falar sobre isso é até fácil , difícil é viver a prática de juntos sermos melhores. O acampamento significa isso, juntos tentarmos ser melhores.

3-  Os estudos estão direcionados para melhor a convivência das pessoas na igreja ou na comunidade?

Juntos como igreja, como comunidade cristã. Nosso objetivo é melhorar nossa comunhão, nossa unidade como igreja, unidade de propósitos, sentimentos, relacionamentos, melhorar nosso relacionamento interpessoal, melhorar nosso relacionamento como comunidade cristã, pois é isso que está dificultando hoje para a maioria das pessoas como se relacionar, como se entender como respeitar os direitos dos outros….eu não preciso concordar com ninguém, mas  preciso respeitar todas as pessoas, mesmo que elas pensem diferente e isso começa dentro da igreja se a gente conseguir isso dentro é mais fácil de transferir isso para fora dela.

4- O que o pastor Euzimar diria aos que vão curtir o carnaval?

Eu tenho tido muitas oportunidades de fazer palestras em escolas, empresas, hospitais, igrejas  e para mim é algo significativo para o qual eu instruo a família, sobre relacionamento, como evitar dependência química, porque dizer não as drogas, á violência , é o mesmo que eu pediria para quem fica e para quem sai, porque quem sai está tão vulnerável a violência como quem fica, depende de como sai daqui e para que sai, aliás eu penso que a violência está dentro do ser humano, é só pisar no meu calo que eu posso me tornar violento, todos nós somos violentos, mas se nós tivermos consciência disso a violência vai reduzir, então eu diria para quem fica, não concordo com o carnaval é óbvio, mas para quem fica, preocupe-se em preservar a vida, tanto no cuidado com a prostituição, o uso de drogas, a própria violência. Pense na vida.  A vida é muito mais importante que outra coisa, não troque a vida por nada, não é para ser trocada e nem encerrada prematuramente. A vida é para ser vivida e com a maior intensidade possível e na intensidade de relacionamento. Na alegria, felicidade, nos relacionamentos e que esta intensidade possa ser prolongada ao máximo que nós pudermos prolongá-la.

5- Para encerrar a entrevista, faça as considerações.

Eu diria que as pessoas voltem para Deus urgentemente, essa é a primeira mensagem que eu tenho, lembre-se que Deus nos criou a sua imagem e semelhança e não podemos nos esquecer que sem ele não somos nada e não vamos a lugar nenhum com produtividade e com maneira saudável. Tem gente que diz que está vivendo bem sem Deus, de certa forma,  mas há um vazio sem Deus no ser humano que só pode ser preenchido com próprio Deus. A segunda palavra minha é, se você buscar a Deus vai sentir vontade de conhecê-lo melhor como salvador e Senhor, ao conhecê-lo…

A segunda instituição mais importante do mundo que é a família, cuide uns dos outros, cuide da esposa, cuide do marido, dos filhos, dos pais, temos que preservar nossa família e eu tenho defendido o tema família, e todos devem cuidar da sua.

 

Por Fernando Almeida e Luciana Oliveira
Postado em 5 março, 2011 no site www.araguainanoticias.com.br
.

Última atualização em Ter, 03 de Maio de 2011 12:11

Quem ama doa

E-mail Imprimir PDF
acao_social

acao_social

Surdos do nosso Brasil, onde estão?

E-mail Imprimir PDF
min.surdos

min.surdos

Todos nós sabemos que a vida é cheia de desafios, independentemente de sexo, profissão, estado financeiro, credo religioso ou nacionalidade. Mas tratando-se em especial de um povo de cultura e linguagem diferente do Português Brasileiro o desafio torna-se mais comprometedor ainda quando não existem pessoas dispostas a auxiliar ou até mesmo dar suporte ao Ministério com Surdos. Evangelizar e discipular surdos é de fato um desafio para o novo tempo e eis aí mais motivo concreto em ter compromisso e responsabilidade neste ministério.

Imagine o seguinte, se você visitasse uma igreja que prega uma linguagem que você não conhece e saber que em todos os cultos o pregador fala em uma língua desconhecida da sua e sem intérpretes. O que você faria? Continuaria freqüentando ou nunca mais voltaria? E por que nós achamos que os surdos não nos visitam ou que sempre deveriam volta e participar dos nossos cultos? Eis aí o desafio, o de alcançá-los para Jesus.

Por que aprendemos libras? Simplesmente para ser bilíngüe, obrigação profissional, mostrar para alguém sua habilidade ou você foca vidas para serem salvas pelo Senhor Jesus? Esta deveria ser a preocupação de todos que já foram salvos. Mas onde está o povo responsável em Marcos 16:15 e II Timóteo 2:2, para levar a mensagem mais importante da face da Terra?

O campo é o mundo, e o Brasil não fica fora desta necessidade mundial, veja os dados com fontes do IBGE. Existem 366.180 (Trezentos e sessenta e seis mil cento e oitenta) surdos no Centro-Oeste, 389.430 (Trezentos e oitenta e nove mil quatrocentos e trinta) no Norte, 898.482 (Oitocentos e noventa e oito mil quatrocentos e oitenta e dois) no Sul, 1.861.687 (Um milhão oitocentos e sessenta e um mil e seiscentos e oitenta e sete) no Nordeste e 2.219.320 (Dois milhões duzentos e dezenove mil e trezentos e vinte) no Sudeste, totalizando o número de 5.735.099 (Cinco milhões setecentos e trinta e cinco mil e noventa e nove) surdos em nosso país. Por que em nossas igrejas não existem ainda o trabalho para este povo, lembram o que diz em Romanos 10:14? “Como pois invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram falar? e como ouvirão, se não há quem pregue?”

Eis aí o grande desafio, hoje na Primeira Igreja Batista em Araguaína existem sete surdos e uma intérprete. Uma sala toda segunda a noite reunindo-se e estudando esta linguagem com o intuito de alcançar os surdos de nossa cidade que já passam dos três mil. Eis aí o desafio do novo tempo.

Recebemos na semana passada, dias 29 e 30 de abril, uma equipe da Junta de Missões Nacionais, para realizar um congresso em nossa igreja. A equipe capacitou surdos e ouvintes, aos surdos desenvolveu “Abordagem no evangelismo e testemunho pessoal” e aos ouvintes “Como desenvolver um Ministério com Surdos”. Agradecemos e louvamos a Deus juntos pela disponibilidade da equipe em deslocar-se do Rio de Janeiro até Araguaína. Acreditamos que juntos somos melhores para desenvolver o Ministério com Surdos em nossa igreja, pois afirmamos fielmente que este é um projeto nascido no coração de Deus para ser desenvolvido em nossa nação.

Avante igreja! Acredite no melhor de Deus. Desafios virão sempre, mas “em Cristo somos mais que vencedores” (Rm 8:37), e a palavra de Deus nos revela claramente que “Naquele dia os surdos ouvirão as palavras do livro” (Is 29:18). Então ore a Deus e peça para que você possa ser um instrumento vivo e de qualidade para ser usado por Ele para evangelizar e discipular os surdos, pois este é de fato um desafio para o novo tempo.

Mais informações acesse o site www.jmn.org.br .

Em Cristo,
Sem. e Adm. Jannally Madeira.
Ministério de Comunicação da PIB Araguaína.

Mudança de horário do Ministério de Mulheres

E-mail Imprimir PDF
mulher_maio

mulher_maio

Última atualização em Sex, 29 de Abril de 2011 10:36

Ministério de Oração - Cadastro

E-mail Imprimir PDF
oracao_cadastro

oracao_cadastro

Última atualização em Sex, 29 de Abril de 2011 10:34

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Fale Conosco

Primeira Igreja Batista de Araguaina

  • Endereço: Rua Souza Porto, 288, Centro, 77805-100
  • Telefone: (63) 3414 7452
  • Fax: (63) 3415 0001
  • Celular: (63) 9043 1419
  • Email: jannallysecretaria@pibaraguaina.org